5 dicas para usar o cartão de crédito com consciência

O cartão de crédito é uma ferramenta que nos permite realizar diferentes
sonhos, pagar aquela compra que, à vista, dificilmente seria concretizada ou,
ainda, resolver um imprevisto de última hora.

Disso todos sabemos. Agora, o que muita gente ignora é o fato de que o cartão
de crédito também pode ser uma armadilha, graças aos juros elevados
cobrados.

Isso acontece sobretudo com quem utiliza o cartão “como se não houvesse
amanhã”, sem pensar nos gastos e perdendo o controle na hora do
pagamento.

Por isso, preparamos um texto para mostrar que, com algumas atitudes, é
possível ter no cartão de crédito um grande aliado. Afinal de contas, com
sabedoria, você consegue utilizar o produto com consciência e sem gastar todo
o seu dinheiro.

1.Pague o valor integral da fatura

A primeira dica que trazemos para quem deseja usar o cartão de crédito com
consciência é pagar o valor integral da fatura. Esse cuidado é fundamental se
pensarmos na taxa de juros que incide sobre o cartão de crédito. Por que isso
acontece? Vamos lá.

O crédito concedido pela administradora é uma espécie de empréstimo. Ela
confia que você pagará aquele valor que está lhe emprestando. Então, quando
você decide pagar apenas uma parte do que gastou, a administradora tende a
aplicar encargos mais pesados para “compensar” as perdas por não ter
recebido o valor integral antes.

2.Nunca atrase o pagamento da fatura

A segunda dica fundamental é pagar a fatura do cartão sempre dentro do
vencimento. Para não cair na armadilha de atrasar o pagamento, escolha uma
data que seja perto do momento em que você terá dinheiro para quitar essa
dívida, assim não haverá qualquer risco de atraso.

Atrasar a fatura é um dos grande erros de quem tem um cartão de crédito pois,
quando o pagamento é feito fora da data de vencimento, são cobrados juros e
outros encargos que aumentam e muito o quanto você pagaria originalmente.

3.Acompanhe seus gastos de perto

Um problema recorrente de quem tem um cartão de crédito é perder o controle
com os gastos e tomar aquele susto no momento de pagar a fatura. Acontece
muito com você?

Para evitar esses sustos, fique de olho nos seus gastos. Como boa parte das
faturas podem ser acompanhadas pela internet, esse controle fica muito mais
fácil.

Alguns cartões oferecem até o serviço em tempo real. Então você não apenas
tem a chance de acompanhar os gastos como controlar tudo o que você está
comprando.

4.Defina limites

Esquecer que o cartão de crédito é um meio de pagamento e não um
complemento de renda é um erro muito comum entre os que se endividam.
Então, para não cair essa armadilha e usar o cartão com consciência é definir
limites para os gastos.

Como? Simples.

Escolha um limite pessoal para o que vai gastar,
independente do limite concedido pela administradora. Avalie aqui qual seu
orçamento mensal e sua capacidade de pagamentos.
Outra dica é recusar as ofertas de limite que as operadoras costumam
conceder, para não correr o risco de gastar demais.

5.Fuja das compras por impulso

Fechando nossa lista está o cuidado com as compras por impulso. Use seu
cartão de crédito apenas quando for realmente necessário, e avalie sempre o
valor de cada uma delas, para não gastar demais.

Post Comment